Como a meditação funciona? | happilyeverafter-weddings.com

Como a meditação funciona?

A meditação pode ser definida como uma prática autodirigida para relaxar o corpo e a mente, mas também podemos dizer que ela funciona com a mente e tem efeitos no corpo e na mente. O propósito da meditação é fazer com que nossos corpos transcendam o mundo real e se conectem com o mundo não-físico. Isso só é possível quando toda a atividade da mente é reduzida a uma só.
A maioria das técnicas de meditação originou-se no Ocidente através das religiões orientais. A meditação é praticada nas religiões da Índia, China e Japão, mas você pode encontrar uma espécie de meditação em muitas religiões diferentes em todo o mundo. No início, o propósito da meditação era principalmente religioso, mas quando as pessoas notavam os benefícios que tinham na saúde e na redução do estresse, também se tornavam uma prática não religiosa.

Por que você deveria meditar

Estas são algumas das principais razões pelas quais você deve considerar a meditação:

  1. Para melhorar sua concentração - uma mente clara faz você se sentir melhor e o torna produtivo.
  2. Para ser menos incomodado por coisas sem sentido - nossa mente freqüentemente amplia assuntos pequenos em problemas sérios. Meditação pode ajudar aqui. Através da meditação, aprendemos a ver uma imagem maior e a dividir as coisas importantes daquelas que não são.
  3. Melhor saúde - a meditação reduz os níveis de estresse e alivia a ansiedade. É mais do que óbvio que uma vida sem estresse e ansiedade é muito mais saudável.
  4. Conhecimento de si mesmo - a meditação permite-lhe conhecer melhor a sua força interior e mostra-lhe como usá-la melhor.

Tipos de meditação

Geralmente a meditação pode ser agrupada em dois grupos principais: meditação concentrativa e meditação da atenção plena.


A meditação concentrativa concentra nossos pensamentos na respiração ou em alguma imagem particular (yantra) ou som (mantra). Isso nos permite focar nossa atenção em apenas uma coisa. Como se estivesse usando a lente de zoom de uma câmera, focamos nossa atenção no campo selecionado.
Para praticar meditação concentrativa, encontre um lugar tranquilo e sente-se em silêncio, concentrando-se em sua respiração. Existe uma correlação significativa entre seu estado mental e sua respiração. Quando estamos ansiosos ou nervosos, nossa respiração é superficial e rápida; quando estamos calmos e pacíficos, nossa respiração é profunda e regular. Considerando essa ligação entre mente e corpo, sua meditação pode levar a uma respiração profunda que torna seu corpo tranquilo e pacífico.

A meditação da atenção plena envolve ficar sentado em um ambiente silencioso e deixar a mente fazer o que quer que seja, sem qualquer envolvimento consciente. Isso significa que não há pensamentos, sentimentos ou imagens. Na meditação concentrativa, sua consciência está focalizada em um objeto selecionado, mas, na meditação da atenção plena, você deve se tornar consciente de uma área mais ampla.

Como a meditação funciona?

A meditação funciona de maneira diferente para todos, mas geralmente podemos dizer que a meditação é como descansar. Quando você trabalha duro fisicamente, seu corpo precisa fazer uma pausa. A mente se comporta da mesma maneira. Durante o dia, sua mente está recebendo diferentes tipos de informação, como cheiros, sons, sentimentos, e é mais do que óbvio que ela precisa descansar um pouco. O sono pode descansar sua mente, mas às vezes estamos tão estressados ​​que nossa mente não pode descansar completamente mesmo quando dorme. É quando a meditação pode nos ajudar.

A meditação vai direto para as áreas difíceis, estressadas ou desagradáveis ​​da mente, e não está tentando encontrar uma solução para esses problemas, mas para mudar a atitude da mente em relação a eles. Pessoas que praticam meditação experimentam uma queda na taxa metabólica logo após o início. Seu consumo de oxigênio pode cair até 20% abaixo do normal. Essas pessoas tomam um litro de ar a menos em um minuto, e sua freqüência cardíaca é subnormal. A pressão arterial também é menor, pois a meditação diminui a atividade do sistema nervoso.

Como meditar?

O estresse é o resultado de nosso corpo lidar com as coisas que ocorrem em nosso ambiente. Não é tão ruim se dura por um curto período de tempo, mas se você está estressado principalmente, do que você poderia ter problemas de saúde perigosos. A meditação é a chave para reduzir o estresse, mas primeiro você tem que aprender a meditar.

1. Criando uma atmosfera
Uma atmosfera pacífica é a parte mais importante do seu processo de meditação. Você deve fazer o que for preciso para tornar seu ambiente o mais silencioso possível; se você quiser, pode apagar as luzes ou tocar alguma música calmante.

2. Preparando seus acessórios
Ao criar uma atmosfera tranquila, você deve encontrar alguns acessórios para uma melhor meditação. Estes não são requisitos, mas muitas pessoas os acham muito úteis. Por exemplo, tapetes de yoga são ótimos acessórios para meditação, mas você pode usar qualquer coisa que seja confortável para você se sentar. O mais importante ao praticar a meditação é sentir-se calmo e confortável. Muitas pessoas acham o som da água corrente calmante, ou usam velas para tornar o ambiente o mais suave possível.

3. Vestir-se confortavelmente
Use roupas confortáveis ​​para se sentir confortável. Há pessoas que se sentem confortáveis ​​quando estão nuas, então se você é uma delas, vá em frente. Tire suas roupas e comece a praticar meditação.

Benefícios da meditação

Os benefícios mais comuns são:

  • Aumento da paciência
  • Prazer na vida e sentimentos de serenidade
  • Tornando-se mais sensível a certas formas de iluminação (fluorescente)
  • Lidando com memórias reprimidas


Consulte a tabela abaixo para mais benefícios da meditação:

Relaxamento profundo

Calma interior

Resolvendo problemas

Desenvolvendo insight

Melhor concentração

Liberando raiva

Aliviando o estresse, a tristeza e o medo

Acessando o potencial criativo

Cura

Respirar melhor

Orientação interna

Entrando em contato com forças mais altas



Estudos mostram que a meditação também traz grandes benefícios para a saúde. Pode ajudar a diminuir problemas relacionados ao estresse, como dor crônica, ansiedade, TPM, problemas de sono ou dores de cabeça. Por exemplo, 20 dos 22 voluntários que participaram de um estudo de ansiedade mostraram uma melhoria notável após uma aula de oito semanas em meditação. Além disso, a meditação resultou em certas melhorias em pacientes com dor de cabeça dolorosa.

Leia mais: Meditação Mindfulness pode causar danos emocionais?




Aqui estão algumas outras condições de saúde que podem ser beneficiadas pela meditação:


Toxicodependência: A meditação provou ser uma estratégia bem sucedida no tratamento da toxicodependência, agindo em psico-neuro-imunologia (PNI). Ela afeta o sistema imunológico e diminui os níveis de estresse e dor.

Controle do Estresse: As pessoas decidem principalmente praticar a meditação por causa de seu efeito benéfico sobre o estresse. A maioria de nós fica estressada diariamente, e o estresse constante pode levar a ansiedade, hipertensão e doenças cardíacas. A redução do estresse, por outro lado, reduz diretamente a ansiedade e a tensão.

Controle da Dor: Muitas pessoas sofrem de dor crônica. A medicina tradicional tem diferentes maneiras de tratá-la, mas muitas vezes é mais complicada do que prescrever medicamentos. Há estudos que mostram pessoas com dor crônica terem alcançado uma redução de 33% após oito semanas de meditação. Exercícios de respiração profunda são freqüentemente usados ​​para minimizar a dor do parto.

Benefícios psicológicos da meditação

É mais do que óbvio que quando você se sente menos ansioso e nervoso, você está mais no controle, e é assim que você pode lidar com memórias reprimidas. Memórias de qualquer tipo de trauma podem subitamente tomar conta de sua consciência e deixá-lo temporariamente ansioso até que seja tratado. A meditação é uma ferramenta de controle mental que pode ajudá-lo com isso. Pessoas que praticam meditação são geralmente mais autoconfiantes e mais conectadas com os outros. Este é apenas o caminho certo para lidar com a depressão, e também é uma boa prevenção.

Freqüência e duração da meditação

Nada é demais e nada é pouco. Existem alguns monges e freiras religiosos cuja vida é a meditação. Por outro lado, temos aquelas meditações de um minuto que também podem ajudar. Mas vinte ou trinta minutos são geralmente aceitos como o tempo que deve ser gasto em meditação. A individualidade é um aspecto importante da meditação; cada praticante fará as sessões com a frequência necessária e na duração mais adequada para elas.

#respond